ALTERNATIVA PORTUGAL DEFENDE A VIDA

A Alternativa Portugal considera que o valor da vida humana não depende de épocas, consciências, modas e menos ainda de interesses. A vida humana deve ser respeitada, protegida e acarinhada desde o seu início, pelas famílias e também pelo Estado. Este tem a obrigação de tudo fazer para defender a vida humana, desde a concepção até à morte natural. A Alternativa Portugal entende que só lutando pela vida seremos dignos da História que herdámos e capazes de continuar esta Nação valente, briosa dos seus valores tradicionais.

A Alternativa Portugal, de acordo com a sua Declaração de Princípios, defende o Direito à Vida desde o momento da concepção até à morte natural e, portanto, opor-se-á a qualquer tentativa de liberalização da prática do aborto. E dispomo-nos a participar nesta campanha.

O que está em jogo é saber se a vida humana na sua fase inicial é merecedora de tutela. A alternativa é o aborto livre, universal e gratuito (isto é, financiado pelos contribuintes) até ás 10 semanas, bem como a violência e o ultraje à dignidade da mulher que o aborto (legal ou clandestino) significa.

A lei não pode deixar de tutelar essa vida humana, e muito menos liberalizar a prática do aborto, oferecendo-o (literalmente) como um serviço público da saúde (!). O aborto é um mal; não pode ser aprovado, abonado ou subsidiado.


Para financiar a nossa campanha a favor da Vida, precisamos da vossa ajuda. Os meios para fazer chegar à opinião pública as nossas razões são muito dispendiosas. Este é um combate fundamental da nossa geração.

Contribua com o seu donativo para a nossa campanha através do NIB 0036 0005 99100100568 17

A Alternativa Portugal emite recibo das quantias recebidas. Para podermos emitir o seu recibo, agradecemos que nos envie os seus dados.